Arquivo para julho \31\UTC 2011

A História de Astréia

Sempre gostei de Mitologia Grega, e da Grécia, ou qualquer coisa relacionada, e um dia desses vi na televisão num programa da GNT falando sobre a Astréia, e me interessei pela história, que traz um significado muito interessante.

Durante a Idade de Ouro, quando a primavera era eterna e os homens viviam em harmonia com os deuses, Astréia, filha de Júpiter e Têmis, vivia na terra, entre os humanos, aconselhando-os e dando-lhes noções de leis e justiça. Nesta época, no mundo não haviam guerras, catástrofes ou crimes. A natureza era plena e oferecia alimento a todos os homens, que existiam em paz com os deuses.

Mas os homens tornaram-se gananciosos e passaram a negligenciar suas obrigações com os deuses, acreditando-se donos do próprio destino. Irritado com a prepotência dos mortais, Zeus determina um castigo: a Idade de Ouro estava acabada. A primavera seria limitada, a terra deveria ser tratada para produzir frutos e a juventude eterna não existiria mais.

Ao ver o comportamento dos humanos e os castigos que o deus dos deuses os impunha, Astréia se refugia nas montanhas, mas continua a disposição daqueles que quiserem procurá-la e ouvir seus sábios conselhos.

Mesmo com todos os castigos de Zeus, a punição da humanidade não terminara, os homens descobrem a guerra. Este período belicoso caminha para uma nova era, a Idade de Ferro, em que os homens não têm mais respeito pela honra, franqueza e lealdade, tendo as ações determinadas pela ambição e violência.

Ao ver em qual ponto as coisas estavam, Astréia, entristecida, resolve abandonar a Terra e deixar de conviver com os mortais. A deusa, então, refugia-se no céu na constelação de Virgem. Sua balança também é catasterizada na constelação de Libra, para lembrar aos homens que o mundo é regido por leis e que tudo deve ser ponderado – as ações devem ser pesadas em contraponto com as consequências.

Retirado do site Porto do Céu.

Lembro-me de que no programa, No Astral!, foi dito que Astréia lembra-nos de nossas pendências aqui na Terra, e que devemos a cada dia nos afastarmos de atos que geram caos e reparar aquilo que bagunçamos.

Achei muito interessante, e completamente atemporal.

leonardo.

Anúncios

Bolinhos de Chuva da Miriam

A querida Miriam do blog Livros, Bobagens e Guloseimas! deixou essa deliciosa receita de Bolinho de Chuva, que é dos deuses!

Muito, muito bom amiga! É pra chamar os cachorros! rs

P.S. Fiz apenas 1/3 da receita e rendeu uns 13 bolinhos, e foram bem grandinhos.

leonardo

Ao fim da sessão

Quando apareceu os créditos finais de Harry Potter e as Relíquias da Morte parte 2 fiquei sem palavras… para descrever minha indignação. Estou desde às 02:10 da madrugada do dia 15 pensando, pensando, como que o Yates conseguiu fazer essa m****!?

leonardo.

Aquelas cenas

Harry Potter: Eu não vou voltar Hermione. Eu preciso terminar o que quer que Dumbledore começou, e eu não sei aonde isso irá me levar, mas eu deixarei Ron e você saberem onde eu estiver quando puder.
Hermione Granger: Eu sempre adimirei sua coragem Harry, mas às vezes você consegue ser realmente lerdo . Você não achou que iria conseguir encontrar todas as horcruxes sozinho, né? Você precisa de nós Harry.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe.

Agora é esperar chegar dia 14, e pela última vez, se juntar a tantos fãs, na última sessão de Harry Potter.

leonardo.

Risoto de Parmesão

Demorei só um pouquinho rs, mais aqui está a receita que prometi. Ela é da época em que fiz o curso de Gastronomia no Senac. Bon appétit! Se gostarem, não deixem de comentar!

Ingredientes:
Arroz arbóreo cru 0,100 Kg
Cebola 0,010 Kg
Manteiga 0,015 Kg
Vinho Branco seco 0,030 L
Caldo de vegetais 0,250 L
Parmesão ralado 0,020 Kg
Azeite extra virgem 0.005 L

Modo de preparo:
1. Pique finamente a cebola;
2. Leve o caldo a ebulição,
3. Sue a cebola em 1/3 da manteiga e azeite,
4. Adicione o arroz e toste bem,
5. Adicione o vinho e deixe secar,
6. Uma a uma vá acrescentando o caldo sem parar de mexer, até que o arroz
esteja cozido,
7. Retire do fogo e manteque com a manteiga e o parmesão,
8. Servir bem quente.

leonardo.

 

 


Leo. O dono dos pensamentos aqui depositados.

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 10 outros seguidores

julho 2011
D S T Q Q S S
« jun   jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Blog Stats

  • 10,770 hits